Antevisão - GP dos EUA - F1 2019

Antevisão - GP dos EUA - F1 2019



Uma qualificação ao estilo do Mónaco no Texas, 0.067s entre os três primeiros, demoramos mais a ler a diferença do que a real passagem desse tempo.


Mas após o Sábado o que esperar para o GP?


Desta vez começamos fora da grelha. Perez começa desde o pit-lane com nova unidade motriz, o que pode fazer o Mexicano desde aqui? Uma tática ao contrário dos demais, duros primeiro e macios para uma recta final diabólica com o carro leve. Pontos? Talvez.


A Alfa continua com a sua trajectória descendente nesta segunda fase da temporada. Nova nota positiva para Giovinazzi que volta a ficar à frente do seu colega de equipa. Com Hulk disponível estas performances são de extrema importância.


Grosjean tem tido dificuldades, e mesmo passando ao Q2 o seu colega de equipa sai de 12º, 3 lugares mais à frente. É ainda incógnita o que farão os Haas no domingo? Provavelmente não, e será uma corrida a perder posições.


Gasly vive uma segunda vida na STR, novamente à frente de Kvyat, nova boa performance do Francês que sai dentro do top 10. Fica a questão, o que falhou na RBR? O porquê deste ressurgimento? Um ambiente mais relaxado parece estar a ajudar.


A Renault parece não ter sofrido com a perda do seu sistema de repartição de travagem, mas continua aquém das expectativas, também conhecidas pelo nome de...McLaren.


A equipa de Woking já não faz parte dos “outros”, já não é a melhor de entre eles. Confirma-se que são uma equipa que está algures na terra de ninguém. 2020 terá que trazer o passo extra para chegar à frente.


Albon em ritmo puro ainda parece estar uns furos abaixo do seu colega de equipa. Mas tem sido mais composto nas últimas provas. Texas significa primeiro pódio para o rookie? Atenção especial à sua largada, o piloto da RBR é o primeiro com pneus macios, o que será uma ajuda no arranque e teoricamente terá um 1º stint mais rápido do que os restantes carros do top 6.


4 pontos, nada mais do que isso, é o que separa Hamilton do título de campeão do mundo. Um dos pontos de interesse passa sem dúvida por ele, estará ao ataque ou concentrado em arrumar com o trabalho sem arriscar muito?


Desta feita os Ferrari não ocupam a linha da frente, mas sobretudo vão partir os dois do lado sujo. As largadas não têm sido as melhores, mas uma vitória pode muito bem ser determinada por uma.


Por outro lado Verstappen está em posição ideal de aproveitar a aderência da pista e o cone de ar de Bottas. Com uma teórica táctica mais rápida macios-duros, seria importante controlar o ritmo desde a frente para a RBR.


Bottas! Com esta pole-position fica com mais uma do que o especialista Hamilton. Tem faltado a Bottas terminar à frente do seu colega de equipa ao Domingo. É importante para ele terminar bem a época para começar 2020 galvanizado.




Em ritmo de corrida a Mercedes é teoricamente mais rápida, mas os dados são de 6ª feira e por isso é altura onde se esconde jogo. Isto é sobretudo evidente pelo facto da RP ser a 4ª melhor equipa, o que não deve corresponder à verdade,




O chassis RBR impressiona mesmo nesta altura da época, muito constante em COTA, não sendo o mais rápido em nenhuma zona específica (dados de 6ª feira) salta à vista ainda assim o seu equilíbrio e o trabalho de Newey.

©2019 by Bandeira Amarela - Podcast. Proudly created with Wix.com

Imagem "sobre nós": https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pedro_Lamy_-_Imola_1996.jpg

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now