Antevisão GP 70º Aniversário




Imaginem que têm um hobbie, e que esse hobbie começa a dar-vos mais dor de cabeça do que propriamente bons momentos. Conseguem perceber essa posição? Pois bem, é a posição em que está Kimi Raikkonen, é a 2ª vez na sua carreira que sai do último lugar da grelha (em condições normais, a 1ª foi na Hungria...


Ligeiramente à sua frente está Giovinazzi, e pouco mais se espera dos Alfa Romeo, eventualmente que passem para a frente dos Williams, já que mais uma vez se espera que tenham problemas com o ritmo de corrida.


Daniil Kvyat é a grande desilusão no Q1 ao ser eliminado, sobretudo quando comparado com o seu colega de equipa. O Russo terá obrigatoriamente que recuperar terreno e tentar forçar a entrada nos pontos.


Na Q2 estiveram os ilustres nomes de Ocon, Vettel e Sainz a serem eliminados (11º, 12º e 13º). No caso de Ocon a situação agrava-se devido a uma penalização por impedir Russell (que sai de P15 passando novamente à Q2) de 3 lugares. Sai de P14 imediatamente atrás do surpreendente Grosjean. Ocon certamente tentará andar para a frente, e Grosjean tentará não perder muitos lugares, pontos para a Haas são um objectivo difícil de alcançar neste momento.


Vettel ouviu-se no final da qualificação, disse que aquele carro não dava para mais, cada vez mais parece que temos Vettel a cumprir calendário, a comunicação é deprimente e nota-se que não há qualquer ligação com a equipa. Terá como vantagem ser o primeiro piloto a partir com pneus novos. Num GP que se avizinha complicado para os pneus (recordamos um degrau mais macios neste fim de semana) poderá ser vantajoso para o piloto da Ferrari.


Chegamos ao top10 e parece-nos que não há posição melhor para começar do que o P7 do fantástico Pierre Gasly, à frente de Leclerc (o que significa que se qualificou à frente dos dois Ferrari), mas mais importante à frente de Albon. Gasly volta a mostrar toda a sua velocidade, e se tiver mais um GP "normal" pontos estão certamente na mesa para o Francês


P5 está reservado para Ricciardo que faz uma excelente qualificação, claramente à frente do seu colega de equipa, e irá tentar fazer pressão sobre Verstappen que sai de P4, o piloto Holandês é o único do Top10 a sair com pneus duros o que pode ser um problema na fase inicial da corrida. A luta entre os ex-colegas de equipa pode ser interessante, mas é também verdade que o RedBull se tem mostrado muito melhor em corrida do que em qualificação



A história do dia é claramente o resultado obtido por Hulkenberg na qualificação, P3, no segundo fim de semana a substituir Perez, The Hulk mostrou-se mais rápido do que o outro piloto regular da equipa (Lance Stroll, P5) e alimenta a esperança dos fãs de o ver, finalmente, no pódio. A semana passada não saiu do pitlane, o pódio está ainda longe, sobretudo com Verstappen atrás, mas sonhar não paga imposto...



Os dois lugares da frente da grelha estão guardados para os Mercedes, a única questão é apenas qual dos dois faz a pole position. Nesta segunda corrida em Silverstone, foi Bottas o mais rápido.


Teremos uma prova em que o desgaste dos pneus será o ponto principal a nível estratégico, com as equipas em principio a adoptarem estratégias de duas paragens. E ainda que desta feita tenhamos pneus mais macios, as condições de pista e de temperatura do asfalto estão para já a colocar os carros mais lentos. Com a agravante do médio estar mais rápido do que o macio.



©2019 by Bandeira Amarela - Podcast. Proudly created with Wix.com

Imagem "sobre nós": https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pedro_Lamy_-_Imola_1996.jpg

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now