A quase vitória de Mika Salo - GP da Alemanha de 1999

A quase vitória de Mika Salo - GP da Alemanha de 1999

Atualizado: 13 de Out de 2019




Neste primeiro de Agosto aproveitamos que o Grande Prémio da Alemanha ainda está fresquinho para lembrar no nosso #tbt o que se passou em Hockenheim há precisamente 20 anos.


Em 1999 se a Ferrari não fosse campeã cumpriria (como veio a cumprir) 20 anos sem ganhar o título de pilotos. O último fora ganho em 1979 por Jody Scheckter. A Scuderia ainda venceu o título de construtores em 1982 e 1983 mas o ceptro de pilotos continuava a fugir.


Após três temporadas com a Ferrari, Michael Schumacher era, juntamente com o campeão em título Mika Häkkinen, um forte candidato ao título. No entanto, as esperanças do alemão caíram por terra após o célebre acidente em Silverstone em que partiu a perna quando era segundo no campeonato, hipotecando assim quaisquer hipóteses de lutar pelo campeonato nesse ano.


Com Schumacher fora, o irlandês Eddie Irvine avança como líder da equipa e o finlandês Mika Salo ocupa o lugar vago no segundo carro vermelho. É assim que chegamos à Alemanha com Irvine e Salo a dominarem a corrida e a oferecerem uma dobradinha, a segunda da época (a outra foi no Mónaco, ainda com Schumacher) à Ferrari.


Nesse GP, o lugar mais alto do pódio parecia estar destinado a Mika Salo que desta forma poderia obter a sua primeira vitória na Fórmula 1. Infelizmente para ele, a Scuderia não era da mesma opinião e Salo teve que ceder o lugar a Irvine que, com a desistência do então líder da corrida Mika Häkkinen, ascendeu à liderança do Mundial. Liderança essa que foi alternando com o finlandês (para infelicidade de Salo, o da Mclaren) até à última corrida, no Japão.


No GP Nipónico, Mika venceu a corrida conseguindo assim o seu segundo e último título mundial. Quanto a Salo, acabou por ser um esforço inglório: ao ter que ceder o lugar a Irvine perdeu a oportunidade de ganhar uma corrida no Mundial de F1 que não voltaria a ter e perdeu também a oportunidade de se juntar ao restrito clube de pilotos finlandeses que ganharam corridas de F1 sem nunca terem sido campeões (clube esse que é composto por apenas dois pilotos, fica para quizz esta). Como prémio de consolação para ambos, a Ferrari acabaria por vencer o Mundial de Construtores neste ano (embora para isso fosse irrelevante a ordem em que ambos terminaram esta corrida).


Já o Mclaren-Mercedes MP4/4 que Häkkinen despistou na volta 25 desta corrida devido a um rebentamento de um pneu (nós bem dizemos como eles são importantes…) encontrou abrigo no Museu da Ciência de Londres, onde está em exposição permanente, com os danos que sofreu no acidente ainda visíveis.

©2019 by Bandeira Amarela - Podcast. Proudly created with Wix.com

Imagem "sobre nós": https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Pedro_Lamy_-_Imola_1996.jpg

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now